quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Vereadores do PS assumem posição sobre o Carnaval de Estarreja

 
A Câmara aprovou um subsídio de 25.000,00 € (vinte e cinco mil euros), para o ano de 2013. A Câmara assume a «redução de apoio financeiro direto em mais de 20%, relativamente ao ano 2012 e 42,5% em relação ao ano 2007».
Os vereadores do PS abstiveram-se, afirmando que, estando em causa a atribuição de um subsídio a uma atividade na qual a Câmara tem uma participação direta e efetiva na sua organização, «seria importante para uma decisão em consciência, o conhecimento das contas do carnaval, que nunca foram apresentadas na sessão de câmara. Seria igualmente pertinente conhecer o plano de atividades da associação para o próximo ano, dado que tem que ver diretamente com o subsídio em causa.»
Os vereadores do PS defenderam um novo modelo de gestão do Carnaval
Declaração de Voto
Uma vez que estamos a atribuir subsídios ao carnaval e dada a posição de particular importância que a câmara assume na sua organização, seria importante para uma decisão em consciência, o conhecimento das contas do carnaval, que nunca foram apresentadas na sessão de câmara. Seria igualmente pertinente conhecer o plano de atividades da associação para o próximo ano, dado que tem que ver diretamente com o subsídio em causa.
Além disso, temos um entendimento diferente quanto à filosofia de organização do carnaval de Estarreja, bem como quanto aos seus objetivos.
O Carnaval de Estarreja é o acontecimento que maior número de visitantes atrai a Estarreja e é a atividade da sociedade civil do município que maior número de pessoas envolve. Para além do seu carácter de animação e de divertimento, o Carnaval é - em nosso entender - pelas suas características e pela dimensão que adquiriu, uma extraordinária oportunidade de intervenção decisiva em vários planos da vida do município, capaz de gerar e potenciar a economia local, o emprego, a inserção social, a requalificação urbana e a afirmação de uma marca própria para Estarreja.
Entendemos, no entanto, que o modelo organizativo do Carnaval de Estarreja está esgotado. No atual modelo organizativo (que implica ainda assim um grande esforço por parte de quem o organiza) o Carnaval já não tem por onde evoluir. O esquema de organização do Carnaval de Estarreja está hoje apenas voltado para a quadra carnavalesca e para a organização dos desfiles, estando assim sempre dependente de fatores externos, como as receitas geradas nos dias dos desfiles, as condições meteorológicas dos dias dos desfiles (com relação direta nas receitas…) ou do apoio anual concedido pela autarquia.
Nós, no Partido Socialista e nas nossas propostas para Estarreja, temos vindo a defender que o Carnaval de Estarreja seja encarado como um exemplo vivo de uma indústria criativa, capaz de fazer dessa marca um fator de dinamização económica, social, cultural e turística.
Nesse sentido, julgamos imperioso a autarquia liderar a redefinição do seu conceito e a adoção de um novo modelo de organizativo, que permita uma estrutura dirigente do Carnaval com organização e gestão profissionalizada, sem perder a sua vertente associativa. Defendemos igualmente a redefinição da parceria entre a Câmara e a Associação do Carnaval, assim como a abertura da estrutura a parceiros externos em moldes a definir, assente na celebração de contratos e de protocolos a longo prazo entre os intervenientes, com a definição clara de objetivos, meios e responsabilidades para desenvolvimento de todo o projeto.
Calculamos que o Carnaval de Estarreja movimente um valor superior a 350 mil euros por ano, sem contar com o valor do trabalho e com o entusiasmo daqueles que estão mais diretamente envolvidos. É fácil de perceber todo o potencial que lhe está associado.
É, pois, nossa convicção que é possível potenciar o entusiasmo social crescente à volta do Carnaval e direciona-la para renovados objetivos que possam beneficiar o município e a sua população em diferentes áreas e possibilitar a criação uma nova dinâmica de intervenção e de animação urbanas.
Há um novo caminho para afirmar o Carnaval de Estarreja como marca de prestígio reconhecido, enquanto fator de bem-estar, de orgulho, de elevação de auto estima dos estarrejenses. O carnaval pode e deve ser encarado seriamente como um dos pilares decisivos do desenvolvimento socio-económico de Estarreja.