segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

PSD e CDS Vão Mesmo Cortar Freguesias a Estarreja


O Governo PSD/CDS quer mesmo acabar com algumas freguesias do concelho de Estarreja. Depois de ter concluído que a proposta contida no “Livro Verde da Administração Local” não fazia sentido, o Governo avançou com outra proposta. Assim, nos termos da proposta do Governo PSD/CDS, o município de Estarreja deverá ver reduzido para metade o conjunto das freguesias de Avanca, Beduído, Pardilhó, Salreu e Veiros (de cinco passam para três) e Fermelã e Canelas sofrerão um corte de 35%, o que significa passar de duas para uma.

A nova proposta continua sem fazer qualquer sentido, tanto mais que, ao contrário do que tem sido afirmado pelo Governo e pelo Presidente da Câmara, consta expressamente na nova proposta de lei que a diminuição do número de freguesias não visa uma redução da despesa pública a elas afecta. Então se não é para reduzir despesa – o que o PS de Estarreja sempre tem afirmado – é para quê?



Está previsto que a Assembleia Municipal terá de decidir os cortes a fazer no concelho, depois da Câmara ter sido ouvida ou ter apresentado a sua proposta. Caso não o faça, em última instância, os cortes nas freguesias serão ditados a partir de Lisboa.
Ora como em Estarreja, o PSD/CDS tem a maioria absoluta na Câmara e na Assembleia Municipal, o PS aguardará serenamente pela posição que o PSD/CDS local tomará sobre a posição do Governo da sua cor política.


Neste absurdo que o Governo quer impor, veremos com quais das sete freguesias (todas elas do PSD com excepção de Avanca), é que o Presidente da Câmara do PSD, os Vereadores do PSD e CDS e os Presidentes das Comissões Políticas concelhias do PSD e do CDS querem acabar.

Recorde-se que o PS há muito expressou a sua posição de total oposição à extinção de qualquer freguesia no concelho, pelo simples facto desta medida não ter qualquer sentido ou justificação, nem sequer económica.