terça-feira, 31 de janeiro de 2012

AS RIDÍCULAS REAÇÕES DO PRESIDENTE DA CÂMARA À POSIÇÃO DO PS
CONTRA A EXTINÇÃO DE FREGUSIAS EM ESTARREJA


Na última edição do Jornal de Estarreja, o Presidente da Câmara culpou o ex-ministro do PS, António Costa, pela possível extinção das freguesias. Perante esta argumentação tão primária, o PS vem lembrar que, mesmo que a “culpa” fosse do António Costa, este Governo não estava obrigado a obedecer-lhe.

Estarreja vai deixar de ter sete freguesias por culpa do actual Governo PSD/CDS ( e não da Troika), com a cumplicidade dos autarcas do PSD e do CDS de Estarreja que não têm coragem de afrontar o seu Governo, uma vez que não têm ninguém que saiba assumir a liderança: nem o Presidente da Câmara, nem o líder da concelhia do PSD, Diamantino Sabina, nem o líder da concelhia do CDS, Mário Simão.



De um Presidente da Câmara e dos líderes da concelhia esperava-se uma atitude firme, liderante e corajosa de luta pela manutenção das sete freguesias, contra qualquer proposta de extinção, viesse ela do Governo ou de quem quer que fosse. O que se dispensava era este encolhimento cobarde de quem tem medo de afrontar o Governo do seu partido, de quem não gosta de se comprometer ou de quem espera uma recompensa por tamanha traição às Freguesias de Estarreja.