segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Comunicado

AINDA A AQUISIÇÃO DA "ÁRVORE DE NATAL"

Quando confrontado com o teor do Comunicado do PS acerca do alegado "negócio" da Árvore de Natal, o Sr. Presidente da Câmara de Estarreja, apenas disse "desconhecer".
"Desconhecer" ou "ignorar", são, aliás, dois dos verbos favoritos do Sr. Presidente da Câmara quando o assunto não lhe agrada. Assim foi com a denúncia do roubo de areias do Parque Industrial; assim foi aquando das descargas das lamas com mau cheiro nos campos de Canelas; assim foi aquando dos peixes mortos no esteiro de Canelas; assim tem sido em quase tudo o que exige explicações e esclarecimentos.
Uma vez mais, e numa altura em que sobre o negócio da aquisição da árvore se levantam rumores preocupantes e sobre o qual recaem dúvidas, no mínimo, muito pertinentes, nem uma palavra do Sr. Presidente da Câmara, quando foi a Câmara quem financiou a aquisição da árvore em perto de 36 mil e 300 euros.
Quanto à reacção da SEMA, que afirma ponderar participar do PS ao tribunal, apenas deixamos duas sugestões:
Quando enviar a queixa contra o PS para o Ministério Público, que aproveite e envie também o contrato de aquisição da arvore, a deliberação da Câmara sobre a atribuição do subsídio e as informações internas relativas a essa deliberação.
E já agora, que desses documentos envie também cópia para a Inspecção Geral da Administração Local (ex-IGAT) e para o Tribunal de Contas.
Como parte interessada no processo, se nada tem a temer, é o que a SEMA devia fazer, para não ficar mal ao lado do silêncio comprometedor do Sr. Presidente da Câmara.



Estarreja, 7 de Janeiro de 2007
A Presidente da Comissão Política do PS Estarreja
Marisa Macedo